vapor

 

Sou um privilegiado por ser aquele que nunca tendo sido, é o que nunca foi, sendo porém sem nunca antes ter sido.

E mesmo na penumbra, neste limbo poético de exaltação intensa, sei que não sei o que nunca quis saber, e saberei mesmo já tendo sabido naquele que me soube desde o início, e me saberá no final, no início e no agora.

O vapor do amor...assim sinto aquele sentido inexplicável que me leva a sentir, a olhar, a amar aquele amor implacável, louvável.
O vapor do amor, assim sinto a fé, que naquela ondulante maré, me trouxe a meus pés a água ardente que tal como a serpente deslizou pelo meu chão e tudo alisou.

Essa fé vive hoje na mais viva das felicidades de quem é invisual, porque crê no sobrenatural.
Porque sem ver, acredita, sem ver ama, e sem ver sente a libertação do seu apaixonado  coração.

Incendiado na sua inspiração viaja pelos caminhos imaginários dum mundo novo, espelhando o reflexo de si próprio.
Na água viva nós pactuamos um até sempre, e um tudo farei.
E  no ar te deixarei, sempre o meu amar.
Para ti JC

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque
Posts Recentes

March 29, 2019

March 8, 2019

February 9, 2019

February 6, 2019

February 3, 2019

January 28, 2019

January 26, 2019

January 24, 2019

January 23, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square